“SEMANA CULTURAL – MS EM CENA – 6.ª REPRESENTAÇÃO” SEGUE HOJE COM TRÊS APRESENTAÇÕES


As 10hs o grupo Flor de Rua de Marília/SP, se apresenta na feira da Av. Rosário Congro.

10h
“HISTÓRIA DE ALGUÉM PARA NINGUÉM”
Flor da Rua - Marília/SP
Local: Feira – Av. Rosário Congro                Gênero: Teatro de rua
Direção: Fátima Campidelli                        Classificação: Livre
Autor do Texto: Baseado no texto de Ilo Krugli – Alguém Ninguém
Elenco: Paula Dyonisio, Daiane Périco, Thais Bueno, Valquiria Meneguel, Glauber Comanecci, Fátima Campidelli, Valcir Silva, Jaqueline Francisco, Karina Araújo
Música Original: Valquiria Meneguel – composição e música
Sonoplastia: O grupo                                  Cenário: João Moraes
Figurino: O grupo                              Maquiagem: Lucas de Montecarlo
Duração: 50 minutos
RELEASE: O grupo Flor da Rua, fundado no município de Marília –SP, no ano de 2010, tem como vocação a arte popular, quer seja na forma teatral ou musical. E para esta montagem, demos ênfase às brincadeiras com cantigas de roda, festas populares e possibilidades de unir uma história com participação do público, num espetáculo que pode ser feito na rua ou em espaços fechados. O resultado destas vivências nos levou às temáticas do grupo de teatro Vento Forte, e, unindo nossos sonhos, escolhas, desejos e acasos nos deparamos com este texto, que há tempos estava na gaveta; Ilo Krugli nos havia oferecido e tinha tudo haver com o que pretendíamos num espetáculo: possibilidades para poesias e músicas. As músicas, de autoria de Valquiria Meneguel, atriz, música e compositora mariliense, ajudaram a dar mais ritmo ao texto, utilizando diversos elementos da cultura popular, muitas daquelas aprendidas na infância. A peça agrada tanto crianças como adultos, transformando o espetáculo numa grande ciranda.
SINOPSE: História de alguém para ninguém é uma brincadeira, onde um grupo de palhaços se divertem e brincam com o público até a chegada do diretor, que deve escolher o ator principal para vivenciar a história a ser representada. A partir daí, um homem confundido com um ator, experimenta as aventuras de um soldado. O Diretor é um homem autoritário que propõe aventuras. Este ator, por acaso, vai participar de vários encontros, descobrindo a amizade, o amor e alguém. Acasos que podem mudar a sua vida ou apontar novos caminhos para que ele possa escolher o seu próprio jeito de viver.

17h
“RETIRANTES” (Programação Complementar)
Grupo de Teatro Identidade – Três Lagoas/MS
Local: Praça da Bíblia – Em frente à Rodoviária    Gênero: Teatro de rua
Direç
ão: Leandro Cazula                                      Classificação: Livre
Autor do Texto: Criação Daniel Dhemes com Adaptações do Grupo de Teatro Identidade
Elenco: Carol Feliciano, Cassio de Sousa, Cristina de Freitas, Helia dos Santos, Jajá Ribeiro, Jaqueline França, Leandro Cazula e Odair Alves.
Sonoplastia: O grupo                                           Iluminação: O grupo
Figurino: O grupo                                                Maquiagem: O grupo
Duração: 40 minutos
Release: O Núcleo Adulto, da Escola Municipal de Teatro, e Grupo de Teatro Identidade iniciaram as atividades em abril de 2011 com oficinas de inserção e formação teatral. A partir do segundo semestre, iniciaram os estudos do espetáculo de rua “Retirantes”, do autor Daniel Dhemes de Penápolis/SP, que se
manteve perante o processo de criação e representação cênica. A peça é um drama com características do Teatro Popular, retrata os desejos e utopias de um povo que anseia melhores condições de vida em lugares desconhecidos. O enredo é baseado na história de um personagem que deixa sua terra natal sonhando com uma vida melhor em uma grande cidade. No espetáculo é abordada a temática da migração temporária no Brasil, elucida-se o fator de deslocamento de pessoas que vão e voltam de um local a outro, e o processo social que eles vivem, que é o de sair e retornar. Porém, retornar para onde? Para quem? Ao retornar o migrante já não é o mesmo, e por ter que sair, nas condições em que sai, modifica as relações sociais do seu grupo de origem, altera a organização da família, a divisão do trabalho familiar, o lugar de cada um. O que encontra, quando retorna, já não é aquilo que deixou. Ele nem mesmo se reencontra porque já é outro, procurando ser o mesmo.
Sinopse: O espetáculo Retirantes retrata a necessidade que o povo tem em abandonar sua terra em busca de uma vida melhor fora do seu local de origem. Retirante é o homem que viaja de onde mora a outro lugar em busca de subsistência, fugindo das amarguras do seu local de origem. O teatro de rua trata da questão migratória, influenciada pela miséria que atinge o país. Aponta o sofrimento do povo brasileiro, e suas aflições na busca de novos horizontes que nem sempre são concretizados devido às questões sociais e econômicas que permeiam a nossa sociedade.

20h30min
“A ROSA, ROSA”
Grupo Teatral Trupe Kei – Paraguaçu Paulista/SP
Local: Anfiteatro da UFMS – Unidade I                 Gênero: Drama
Direção: Samira Soares de Moura               Classificação: 12 Anos
Autor do Texto: Danilo Salomão Simões
Elenco:Danilo Salomão Simões, Samira Soares de Moura, Roseli Martins Domingues.
Música Original: Danilo Salomão Simões, Samira Soares de Moura
Sonoplastia: O grupo
Iluminação: ADRIANO RAMOS STERN                  Cenário: Adriano Ramos Stern
Figurino: O grupo                                       Maquiagem: O grupo
Duração: 55 minutos
RELEASE: após viajar pelo universo da psicologia infantil com seu premiado espetáculo “A Menina e o Menino”, a Trupe Kei agora com seu novo espetáculo “A Rosa, Rosa”, pretende tocar o público com um espetáculo mais profundo e silencioso. Com texto e músicas originais “A Rosa, Rosa” trata de encontro e desencontro, de amor e desamor, de dor, de mágoa, de perdão e de espera... A espera pelo amor que se foi e nunca volta. A sensibilidade é o foco principal desta história que envolve seres humanos e seres da natureza em uma praça onde se ouve até coração batendo. Então se acomode, respire fundo e deixe a sua emoção escapar do seu corpo em forma de lágrimas.


SINOPSE: A rosa caiu no chão / E o poeta perdeu a inspiração. / Dizem que as rosas não tem coração / E que os poetas trabalham com a emoção. / Mas a nossa história / Abusa da imaginação, / E inverte os versos dessa canção / Pois aqui, a rosa é cheia de emoção / E o poeta parece ter pedras no coração. / Acalma teu coração / E feche os olhos da razão, / Pra você poder ouvir, a história dessa triste paixão.

0 comentários:

Postar um comentário