GRUPO DE TEATRO IDENTIDADE ESTRÉIA PEÇA INFANTIL EMBARCANDO NUMA GRANDE FANTASIA


Hoje as 15h o Núcleo Infantil da Escola Municipal de Teatro estreará peça no Anfiteatro.

Resultado de pesquisa e fantasia o Núcleo Infantil da Escola Municipal de Teatro, Grupo de Teatro Identidade, faz sua estreia na “Semana Cultural – MS EM CENA – 6.ª Representação”. O texto foi escrito pela professora do Núcleo, Tatiana Mizobe, onde uma menina embarca em uma grande aventura.




15h
“PLANETA AZUL CELESTE” (Programação Complementar)
Escola Municipal de Teatro – Núcleo Crianças e Adolescentes – Três Lagoas/MS
Local: Anfiteatro da UFMS – Unidade I                        Gênero: Infantil
Direção: Carol Feliciano e Tatiana Mizobe                   Classificação: Livre
Autora: Tatiana Mizobe
Elenco: Alessandro Nunes, Anna Lethycia Lira, Ana Luísa Bortolanza, Amanda Alcamim, Beatriz Alves, Emiliana Zechi, Guilherme Nogawa, Izabela Furtan, Hanna Monteiro, Joana Meneguim, Juliane Alba, José Orestes Zechi, Karina Souza, Laura Machado, Laura Berti, Lavinia Bispo, Lorena Alonso, Maria Dias, Milena Mantovani, Maira, Naiara Santarosa.
Maquiagem: O Grupo                      Figurinos, Adereços, Sonorização: O Grupo
Duração: 50 minutos
RELEASE: O Núcleo Crianças e Adolescentes, da Escola Municipal de Teatro e Grupo de Teatro Identidade, iniciaram as atividades em abril de 2012 com oficinas de inserção e formação teatral. A partir do segundo semestre, iniciaram-se os estudos do espetáculo “Planeta Azul Celeste”, da autora Tatiana Mizobe/MS, que se manteve para o processo de criação e representação cênica, sob a direção de Carol Feliciano e Tatiana Mizobe. O enredo é baseado na história de uma garota que certo dia é levada a conhecer outro planeta. O espetáculo aborda a temática do meio ambiente, do amor e respeito pelos seres vivos.


SINOPSE: O espetáculo retrata de forma lúdica e divertida a aventura da menina Nádia, que é levada a embarcar em uma viagem ao Planeta Azul Celeste, com a missão de salvar os dois mundos. Ela, como única representante da Terra, descobre que terá de enfrentar um terrível rei. O destino do planeta terra e de todos os seres humanos estará em suas mãos.

20h
“PALHAÇO FOFINHO E HECTOR BOMBOM EM UMA AULA DE TEATRO” (Módulo Fomento)
Os pregadores do Riso – Araçatuba/SP
Local: Praça Ramez Tebet – Centro            Gênero: Rua
Direção: Flávio Estevão                             Classificação: Livre
Autor do Texto: Flávio Estevão
Elenco: Flávio Estevão E Marcelo Messias
Sonoplastia: Flávio Estevão                       Iluminação: Flávio Estevão
Cenário: Flávio Estevão          Maquiagem: Flávio Estevão E Marcelo Messias
Figurino: Flávio Estevão, Marcelo Messias e Fábio Reichemback
Duração: 45 minutos
RELEASE: Este Espetáculo foi inspirado na comédia de resgate à Gags tradicionais do circo, encenadas por palhaços há mais de 200 anos.  O Grupo preocupou-se para que as Gags reproduzidas sejam apreciadas na forma pura apresentando um jogo milenar de oposições onde cada espectador se coloca em um ponto da gangorra e desfruta do prazer de rir de si próprio. O Espetáculo se dá entre o jogo de dois personagens, de um lado um apresentador tentando dar orientações sobre o universo teatral e do outro um palhaço que em sua forma pura não compreende e subverte a ordem estabelecida por seu orientador. O apresentador deseja falar o que veio fazer naquele espaço enquanto o palhaço, com sua tão conformada ingenuidade, o atrapalha. E assim são conduzidas as Gags, como em um cabo de guerra cuja corda que os une é a amizade. As Gags foram criadas a partir do jogo entre o Clown Branco (a voz da razão) e o Clown Augusto (a pureza, da ingenuidade). A apresentação de um Espetáculo de Gags os atores têm a liberdade para apresentarem-se em locais alternativos como quadras de esportes, pátios de escolas, centro comunitários e praças públicas, não comprometendo em nada a qualidade do mesmo, pelo contrário, alcançando o público para o qual o espetáculo se destina. As Gags circenses é uma proposta que tem a finalidade de extrair o riso através de uma encenação simples e objetiva, com a preocupação de atender a cada apresentação uma platéia diferente formada por diferentes pessoas de diferentes idades, classes sociais e culturas.

SINOPSE: Um palhaço, um ator, uma cadeira e uma vassoura, com esses quatro elementos se dará uma viagem no tempo resgatando as antigas GAG’s de palhaços. Com o Palhaço Fofinho e o ator Hector Bombom utilizando o mote “Uma aula de Teatro”, as situações serão propostas e desenroladas, o grupo remete a platéia a real vivência do palhaço, um observador e crítico do comportamento humano, despertando gargalhadas soltas e sinceras, com o objetivo de reflexão pessoal e social.

0 comentários:

Postar um comentário